Apagando o Boi Da Cara Preta


Lampadas

Falar em redução da conta de luz em 2016, considerando a atual situação dos reservatórios é no mínimo dar esperanças para quem já tem atestado de óbito emitido, e só convence mesmo aquelas pessoas que acreditam no Saci, na Iara e em outros personagens do folclore.

Pois, este é o discurso esperançoso do diretor-geral da Aneel que tenta botar panos quentes situação, dando a esperança de redução das contas já ano que vem, mas parece que a direção do ONS, real responsável pela operação do sistema, não compartilha da mesma opinião.

Pois, o sr. Aneel está contando com dois fatores que na verdade estão longe de ter tanto poder como ele diz que pensa, um deles é a tal renovação das concessões que sabidamente não irão reduzir drásticamente as tarifas de energia, até porque isso seria jogar uma pá de cal nas já endividadas empresas do setor. O outro são os efeitos do El Niño, fenômeno que realmente aumenta a incidência de chuvas no país, mas que também não faz o milagre de chover no lugar certo, ou seja, dentro das represas.

Então amigo economize, pois pelo menos nos próximos anos a bandeirinha da sua conta continuará vermelha.

Fonte: Valor Econômico

Custo da energia tende a reduzir em 2016, segundo agência

A sinalização para o próximo ano é de redução do custo da energia, afirmou nesta quarta-feira o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino.

Entre os fatores que indicam essa redução está a renovação de um conjunto de concessões de hidrelétricas cuja tarifa será reduzida, e uma provável melhora do regime de chuvas do país.

“A renovação das concessões aponta para essa direção. E esperamos um regime hidrológico mais favorável”, afirmou o diretor, durante o Encontro Nacional de Agentes do Setor Elétrico (Enase), no Rio de Janeiro.

Segundo ele, diante de uma melhora do cenário de chuvas no futuro, não será necessário operar todas as termelétricas, principalmente as mais caras. Essa medida pode alterar a cor da “bandeira tarifária”, indicando uma melhora no quadro de abastecimento e uma redução nas tarifas de energia.

O diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp, no entanto, ressaltou que não tem expectativa “tão cedo” de paralisar a operação de térmicas, com o nível de armazenamento atual dos reservatórios hidrelétricos do país.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s