A Fifa e a Fuga Das Galinhas


image

Sabe aquela famosa frase, quem tem c… tem medo ?

Pois o atual presidente da CBF Marco Polo Del Nero, vazou da Suíça e já voltou a pátria armada. Afinal de contas, vai saber se usamericanos estão satisfeitos ? Na dúvida, melhor cancelar também as férias na Disney.

Fonte: Uol

O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, deixou o luxuoso hotel Baur au Lac e está retornando ao Brasil. Ele fez o checkout às 13h47 (horário de Brasília), pouco mais de uma hora depois da abertura do 65º congresso da Fifa em Zurique. Até o momento, ele é o único dirigente que tomou a medida de deixar a cidade após a operação da FBI de prisão de cartolas corruptos na quarta-feira.

Longe do país europeu, Marco Polo Del Nero não irá participar das eleições que irão eleger o novo presidente da Fifa – a votação está marcada para esta sexta-feira (29) e o mandatário tinha declarado seu apoio pela reeleição de Joseph Blatter. O voto brasileiro ainda é possível caso a entidade eleja um outro representante. André Pita e Mauro Carmélio, presidentes da Federação Goiana e Cearense, respectivamente, estão presentes em Zurique e são os possibilitados de representar o Brasil no pleito.

A decisão de Del Nero de não votar surpreendeu até mesmo a CBF. Em contato com o UOL Esporte nesta tarde, o secretário-geral de entidade, Walter Feldman, disse desconhecer a viagem do presidente de volta ao Brasil. “Falei com ele de manhã. Nem chegamos a falar sobre viagem”, disse ele, questionado sobre os motivos do retorno.

A saída de Del Nero ocorre apenas um dia depois do FBI prender de sete membros da Fifa – entre eles o ex-presidente da CBF, José Maria Marin – acusados de fazer parte de um esquema de suborno de US$ 150 milhões (cerca de R$ 450 milhões) em questões ligadas a transmissão de jogos e direitos de marketing do futebol na América do Sul e Estados Unidos.

Apesar de não ter o nome citado no relatório do FBI, Marco Polo Del Nero, sucessor e atual mandatário da entidade que comanda o futebol nacional, aparentemente é um dos suspeitos listados nos documentos montados pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos. Em dois arquivos um dos suspeitos é descrito como membro do alto escalão da Fifa, da Conmebol e da CBF, credenciais que batem com as de Del Nero. As ações desse personagem reforçam indícios de participação do atual chefe do futebol nacional no esquema de corrupção.

Sem Del Nero e Marin, o Brasil fica sem direito a voto na eleição da Fifa. Agora, os únicos representantes presidenciáveis da Conmebol no pleito são o Uruguai e a Colômbia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s