Pai Do Playmobil Morre E Brinquedos Físicos Agonizam


horst-brandstatter

Morreu no dia 08/06, o dono da fábrica que lançou o famoso Playmobil. Quem passou a infância entre o final dos anos 80 e nos anos 90, certamente já brincou ao menos uma vez com um bonequinho destes. Ganhar o Forte Apache, os Castelos Medievais ou outros cenários deste universo já foi o sonho de muitas crianças. Isso na época em que o preço destes ainda os tornava acessíveis a praticamente todos. Atualmente um conjunto dos mais simples do Playmobil, custa cerca de R$ 200,00, quase o mesmo que um Tablet de uma marca que não esteja entre as gigantes do mercado. Infelizmente abrindo mais espaço e marcando mais um ponto para os jogos eletrônicos sobre nossos brinquedos de antigamente.

Convenhamos que fabricantes como Playmobil e Lego, com seus preços proibitivos e que beiram o absurdo, são artigos de luxo e disponíveis para uma parcela pequena da população. A maioria acaba mesmo é baixando as versões digitais pela internet. E assim a velha diversão com bonequinho na mão vai se tornando apenas lembrança de quem passou por esta época.

Pena que hoje em dia a maioria das crianças nunca vai saber como é arrancar os cabelos destes bonecos.

Fonte: O Globo

Horst Brandstätter, o presidente da empresa que produz a linha de brinquedos Playmobil, as pequenas peças móveis de plástico mais famosas entre as crianças de todo o mundo, morreu aos 81 anos, anunciou a empresa nesta segunda-feira.

“Com Horst Brandstaetter não apenas a família Playmobil perdeu o seu presidente, proprietário da empresa e patriarca, mas a indústria de brinquedos na Alemanha perde uma das suas personalidades mais ilustres”, afirma a empresa geobra Brandstätter Stiftung & Co. em um comunicado.

Nascido em 27 de junho de 1933, Brandstätter morreu na última quarta-feira (3).

Conhecido como “Herr Playmobil” (“Senhor Playmobil”) ou “HOB” entre os seus colaboradores mais próximos, Brandstätter entrou no negócio da família em 1952, aos 19 anos, quando era administrado por seu tio.

Ele logo percebeu que o futuro da indústria de brinquedos deveria ser o plástico, ao invés do metal, e reestruturou as suas fábricas. Em 1958, desenvolveu o bambolê ou “hula hoop”, que se tornou um sucesso mundial.

Durante a crise do petróleo dos anos 1970, com o aumento substancial do custo de plástico, o designer Hans Beck teve a ideia de criar pequenos bonecos e peças de 7,5 centímetros, usando a menor quantidade possível de plástico. Hans Beck morreu em 2009, aos 79 anos.

Sob a liderança de Brandstätter, a empresa com sede em Zirndorf, no estado da Baviera, criou três modelos: um cavaleiro, um operário e um índio americano. Daí a coleção foi aumentando até o presente, com piratas, fadas, palhaços, policiais, passando por sagas famosas como a série Stars Wars.

No ano passado, quando a marca completou 40 anos, as vendas do grupo Brandstaetter chegaram a 595 milhões de euros.

Horst Brandstätter pavimentou o caminho para sua sucessão, estabelecendo em meados dos anos 1990 uma fundação para administrar a empresa.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s