A Volta da CPMF: Pífios Argumentos


Arthur-Chioro-300x168

O afirma-nega entre Arthur Chioro (o bonitão aí de cima) e Joaquim Levy sobre a volta da CPMF via imprensa, levou até a dentuça a sair com recadinhos de que o gunverno não quer ressuscitar o tributo, pra tirar o foco das manobras.

Mas uma coisa é certa como 2 e 2 são 22: boa parte do poder quer mesmo recriar a poha, aplicável sobre todas as movimentações financeiras, com o argumento de ser “verba para a saúde”; coisa que se sabe que NUNCA FOI e nem NUNCA SERÁ.

Tá bom que o setor de saúde no Brasil está muito mal e requer novas aplicações de verba, desde que seja bem administrada. Mas cabe lembrar que a CPMF na sua vida anterior; arrecadou o equivalente a 111 bilhões de dólares entre 1997, quando foi criada, e 2007, ano de sua extinção; sendo 44 bilhões de dólares na gestão FHC e 67 bilhões de dólares nos governos do 9 dedos.

E mesmo assim, durante os dez anos em que foi “provisória”, a saúde só apareceu na imprensa de forma negativa, do mesmo jeitinho que hoje.

Não será portanto, uma tungada adicional que vai resolver o problema.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s