A Noite Do Chupacabras


image

Desnecessário dizer que não é um filme para qualquer um, ele agradará mesmo os fãs do trash. Mas quem puder se livrar dos preconceitos e der uma oportunidade ao filme provavelmente não irá se arrepender.

Apesar de uma temática um pouco diferente o filme forma uma trilogia com os filmes Mangue Negro (2008) e Mar Negro (2014), todos cria de um tal Rodrigo Aragão, atualmente o melhor nome do terror/trash nacional. Ele é praticamente um faz tudo, editor, diretor, roteirista e desenvolvedor de maquiagem e efeitos especiais.

O filme foi a prova de que Aragão se especializou em fazer filmes interessantes com poucos recursos, enquanto tantas porcarias recebem milhões de incentivo, do governo inclusive, e geram resultados pífios.

Nas atuações, apesar de algumas serem fracas e alguns palavrões serem gratuitos, nada contra palavrões, mas alguns soam meio forçados. Destaque para o ator e diretor Petter Baiestorf que aqui faz um personagem icônico, digno de ser lembrado.

Vemos aqui uma disputa mortal entre famílias que apesar de rivalizar um pouco com o monstro acaba por tornar a película ainda mais interessante e menos enjoativa. Mérito do roteiro que consegue contextualizar bem a motivação dos personagens.

Como sempre digo, filmes nacionais que não sejam romance/comédia já merecem de cara uma estrela, aqui devemos outra pelos excelentes resultados obtidos com tão poucos recursos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s