Penny Dreadful


penny-dreadful

O terror nunca teve tanta classe.

O grande mérito de Penny Dreadful é unir os personagens mais icônicos da literatura mundial na Londres Vitoriana, misturando histórias clássicas com textos originais em um drama envolvente e repleto de personagens cativantes.

Excepcional em todos os quesitos técnicos, o cuidado com a produção é impecável, os cenários e figurinos são um show a parte. Tudo faz da opção de desenvolver a série na Inglaterra Vitoriana, uma opção financeiramente cara, mas extremamente benéfica a ambientação da série.

Tudo isso aliado a um roteiro competente e repleto de diálogos interessantes faz com que tenhamos aqui a verdadeira Liga Extraordinária, interpretada por atores extremamente competentes.

Sempre é um privilegio ver a belíssima e sempre intensa Eva Green em cena, ainda mais com uma personagem icônica, muito bem definida em uma frase da própria serie: “poisonous as everything beautiful”. Incrível como esta mulher se entrega a personagem, pouquíssimas atrizes fariam Miss Ives tão bem.

Josh Hartnett e o canastrão Timothy Dalton que recentemente se dedicava apenas as animações se saem bem. Já o jovem Harry Treadaway é uma surpresa extremamente positiva como o complexo Dr. Victor Frankenstein.

Definitivamente o resultado agradou geral e as poucas críticas negativas feitas provém de uma certa falta de ação, discordo embora concorde que realmente alguns episódios foram demasiadamente explicativos. E o repentino final, tenho certeza de que os espectadores não se importariam em ver a solução da trama central atravessando para a segunda temporada.

Anúncios

Um comentário sobre “Penny Dreadful

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s