Pronatec E Os Cursos De Piada Pronta


Pronatec

Se o Pronatec não nasceu como piada, ele se tornou uma naquele fatídico debate onde a governANTA em rede nacional, orientou uma economista desempregada que fizesse os cursos do Pronatec para conseguir um emprego.

Mas hoje 24/10/2015 a piada se tornou ainda mais engraçada. Isso porque depois de  avaliar a situação de 160. 000 pessoas, o Ministério da Fazenda divulgou um relatório que mostra que o número de pessoas que conseguiram reinserção no mercado de trabalho formal por meio de cursos profissionalizantes do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – Pronatec é praticamente igual ao de quem não passou por nenhuma qualificação, na maior parte do país. Querem um tempo para ler novamente este paragrafo ? Acho que nem precisa, é isso mesmo que vocês entenderam.

Vejam o que diz o secretário-adjunto de Política Econômica, Fernando Barbosa:

“Os resultados revelaram que não existe diferença estatística significativa entre as probabilidades de reinserção no mercado de trabalho formal entre o grupo dos que cursaram o Pronatec e o grupo de controle, na maioria dos Estados e eixos tecnológicos”, diz Barbosa no estudo. “O mesmo pôde ser verificado com relação aos ganhos salariais.”

Em resumo, o Pronatec que era uma das principais bandeiras do primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff e de sua campanha de reeleição no ano passado, só serve mesmo pra gastar o nosso dinheiro.

O Desentendimento das Equipes Barata Voa do Guverno:

A apresentação dos resultados do estudo acabou provocando bate boca  entre a equipe econômica e os ministérios da Educação e do Desenvolvimento Social. Durante a semana passada, os comandos das duas Pastas tentaram convencer a Fazenda a não divulgar o documento, alegando que o material era superficial e poderia arranhar a imagem do governo.

A Desculpa Esfarrapada de Sempre:

Após a fala de Barbosa, o secretário de Avaliação e Gestão da Informação do Ministério da Educação e do Desenvolvimento Social, Paulo Januzzi, afirmou que é preciso avaliar o Pronatec “em diferentes contextos e regiões”. Juro que se eu tivesse lá na entrevista, quebraria uma cadeira no lombo de um fela destes.

A verdade por trás de mais está cachorrada é que desde que chegou ao comando da Fazenda, Joaquim Levy iniciou um pente fino em programas do governo para avaliar possíveis cortes. O primeiro alvo foi o Fundo de Financiamento Estudantil – Fies, programa de financiamento de curso superior. Em agosto passado, o governo calculou um corte de 32% dos subsídios do Fies. Em junho, o Pronatec já havia sofrido com cortes de 60% das vagas para este ano, devido à redução de 9,4 bilhões de reais no orçamento do Ministério da Educação. E parece que vem mais cortes para 2016, isso se o Levy ainda estiver por lá.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s