Arquivo da tag: Eduardo Cunha

O Que Foi O Impeachment ?

Tchau Querida

Se há algo de que as pessoas sensatas não tem dúvidas é de que a GovernANTA não passa de um mero boneco de ventriloquismo, mal ajambrado diga-se de passagem, coordenado por um auto intitulado Santo de Nove Dedos.

Essa senhora não foi vitima de um golpe, foi sim vitima da própria arrogância. Na realidade seu impeachment se deve ao simples fato dela e seu grupo não saberem fazer política. Entoando o mantra do Nós contra Eles, seu guverno obrigou os parlamentares e principalmente a população a escolher um lado.  E seu pedido foi atendido.

Cunha e Temer podem sim, ter ajudado a efetivar o impeachment, mas suas interferências ficaram restritas apenas à acelerar o processo. O principal responsável pelo impedimento foi a própria população. Não fosse a força da população e seu clamor por mudanças, a base do guverno jamais teria se esfacelado. Ou alguém tem dúvidas de que se PP, PR e PSD não tivessem saltado do barco, o impeachment não passaria na câmara ?

Na prática, vivemos novos tempos, tempos onde apenas pelo Youtube mais de 30.000 pessoas acompanhavam uma exaustiva sessão do STF que poderia barrar o processo, tempos onde blogs avessos ao governo tem milhões de acessos mensalmente, tempos onde milhões de pessoas vão diversas vezes às ruas pedir pela mudança.

Não se deixem enganar, se houve impeachment você que pediu por isso foi o real responsável. Oxalá a população da Banânia aprenda que com vontade, união e organização, ela pode provocar a mudança nos rumos da política e quem sabe até um dia deixar o nome Banânia para trás.

Anúncios

Supremo Tribunal Das Falcatruas

STF

Mas é incrível como funciona o órgão máximo do Poder Judiciário no Brasil. Atualmente a moça cega está parecendo mais um braço do Poder Executivo. A última foi se intrometer nos procedimentos internos da Câmara dos Deputados sobre o rito processual do possível impeachment.

Vejam se tem cabimento o STF se intrometer nas regras internas da Câmara. É como se eu convidasse alguém pra jantar na minha casa e na hora a visita mandasse jogar a comida fora e fazer outra. Pense numa sacanagem da peste.

Pois nesta terça, os ministros Teori Zavascki e Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal – STF, concederam a pedido de parlamentares governistas, claro, três liminares (decisões provisórias) que suspendem o andamento dos processos de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados com base no rito processual definido pelo presidente da Casa, e nosso Malvado Favorito, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Anotem aí os nomes das peças que entraram com mandados de segurança no STF, Wadih Damous (PT-RJ), Paulo Teixeira (PT-SP) e Rubens Pereira Júnior (PC do B-MA) questionando o fato de Cunha não ter analisado um recurso do Partido dos Trabalhadores contra o rito estabelecido pela presidência da Casa.

Mas a sacanagem não abalou nosso anti-herói, questionado sobre a situação por repórteres, Cunha disse que a decisão do magistrado não o impede de deferir ou indeferir monocraticamente os pedidos de impeachment de Dilma.

“Isso [a decisão liminar] não interfere no trabalho, porque, a meu papel, cabe deferir ou indeferir, esse papel não está em questão. Então, o que está ali é tratando de rito futuro. Não tem que pensar no rito futuro, tem que pensar no rito presente”, afirmou.

Todo mundo sabe que no STF, exceto por Gilmar Mendes, todos foram indicados pelo Sapo Barbudo ou por Deelma. Com todo respeito ao órgão máximo da justiça nacional. Isso me lembra aquela musica do Metallica, Master Of Puppets. A verdade é que pelos fatos e pelas ações que o tribunal vem tomando, a quem pense e não é pouca gente, que fica difícil defender a idoneidade da casa.